Principal                    

 Atividades                  

 Colaboradores            

 Estrutura                     

 

  · Geral                    

 

  · Programa de Maringá  

 Histórico                    

 Objetivos                   

 Pró Egresso em Maringá

 

  · Direito                    

 

  · Serviço Social    

 

  · Psicologia              

 Contate-nos                 

  

 - Pró Egresso Maringá / Servico Social


A Atuação do Serviço social

Para falar sobre a atuação do Serviço Social no Programa Pró-Egresso de Maringá, torna-se de suma importância referir-se à profissão. O que é? Qual a lei que a regulamenta? Quais os princípios e atribuições do profissional? Esse entendimento se direciona no sentido de que seja reconhecido o papel do Assistente Social no Programa e, partindo para o mais amplo, na própria sociedade.
Conforme está postulado no código de ética Profissional do Assistente Social, o Serviço Social é uma profissão liberal, de nível superior,regulamentada pela lei n 8.662, de 7 de junho de 1993(Conselho Federal de Serviço Social, 1993).


Pró-Egresso e Serviço Social numa Perspectiva Interdisciplinar

O serviço Social iniciou atividades no Programa Pró-Egresso de Maringá em junho de 1998, conforme instituído pela LEP, às áreas básicas necessárias para compor a equipe são Direito, Psicologia e Serviço Social, as demais áreas se integram conforme as necessidades da Região e disponibilidade dos cursos de graduação em estar compartilhando essa rica experiência de estágio curricular e extracurricular.
Deve-se salientar que na Universidade Estadual de Maringá,não há o curso de Serviço Social, portanto, não se pode contar com a presença de estagiários na área, somente com a participação de um profissional
A primeira profissional a atuar na área foi a assistente social Marta Dias Sóccio, a qual permaneceu por um período de 3 anos.
Cabe ressaltar que o Programa passou pelo período de junho de 1991 a agosto de 1992, sem a participação do Serviço Social na Equipe, uma das razões foi a falta de um profissional no mercado de trabalho que estivesse integrado à área e que tivesse o número de horas disponíveis para estar compondo a equipe .
Em setembro de 1992, a Assistente Social Helena Maria Ramos dos Santos iniciou sua atuação no Programa, permanecendo até o momento atual.
O Serviço Social desde o início teve como princípio desenvolver trabalho conjunto e procura firmar esse objetivo,por meio das reuniões de equipes, reuniões com famílias e beneficiários e outras atividades comuns a todas as áreas.
O eixo norteador da área é prestar atendimento social aos beneficiários e seus familiares, procurando atender as suas necessidades básicas bem como colaborar de forma constante para que os mesmos exerçam a sua cidadania, usufruindo de seus direitos e cumprindo seus deveres de cidadão; desenvolver trabalho educativo e preventivo junto à comunidade visando à diminuição da criminalidade.
Para efetivação desses objetivos, faz-se necessário que o trabalho seja desenvolvido de forma multi e interdisciplinar.
Quando se fala em Multi, refere-se a vária áreas atuando de forma conjunta como ocorre no Pró-Egresso: o Direito, a Psicologia, o Serviço Social:somente se compreenderá o Homem de forma integral,considerado como sujeito cidadão de direitos e deveres, por meio do conhecimento e da integração das vária ciências.Se o homem for observado de forma fragmentada, esfacelada, ou seja, se for compreendido por meio de uma única ciência, está-se desenvolvendo um trabalho medíocre, em que o objetivo primordial a que se propõe o Programa não é atendido.
A junção das várias ciência não garante a exatidão do trabalho, dessa forma, a interdisciplinaridade surge como um meio de aprimorar e ultrapassar a integração dos elementos do conhecimento.
Ao se falar em interdisciplinariedade, concomitantemente se refere à postura profissional.


Atribuições do Serviço Social no Pró-Egresso de Maringá atualmente

Atendimento individual/Triagem
Visa detectar o problema apresentando, por meio de entrevistas preliminares e subseqüentes com o beneficiado, registrando os dados sócio-econômicos, visando conhecer a realidade individual e familiar do mesmo

Atendimento Familiar
O Serviço Social em toda sua história tem se dedicado ao estudo da família, por representar o fator de maior influência no desenvolvimento emocional do indivíduo.
A família é uma unidade integrada que possui a própria história; para que o Assistente Social a conheça, necessita realizar entrevistas na instituição e no domicílio, procurando contratar com elementos do grupo familiar.
A identidade de cada indivíduo necessita de apoio da família e a identidade da família requer o apoio da comunidade que a rodeia.



Visitas Domiciliares
A visita domiciliar é um instrumento utilizado pelo Serviço Social, com a finalidade de fazer a abordagem familiar; é realizada na residência do beneficiário ou prestador de Serviços; visa coletar dados objetivos e subjetivos dos mesmos, possibilitando maior conhecimento das condições sócio-econômicas e culturais do cliente, suas reações na dinâmica familiar,como também outras informações importantes para ativar o processo de cumprimento da pena.

Visita às Instituições
As visitas às instituições são realizadas pelo Serviço Social para se conhecer a dinâmica e o funcionamento das mesmas, esclarecer o trabalho realizado pelo Prò-Egresso, em específico a Pena de Prestação de Serviços à Comunidade, tendo em vista fazer o encaminhamento e acompanhamento dos prestadores de serviços a essas Instituições, para que realizem o processo de cumprimento da pena.

Elaboração de Pareceres Técnicos
Os Egressos comparecem ao Programa, com o Benefício e as condições de apresentações determinadas pelo Juiz, com o passar do tempo eles passam a ter direitos a outros benefícios como: mudanças de apresentação, indulto, comutação de pena.Esses benefícios são requeridos pela área de Direito, mas necessita anexar o parecer social, para que sejam instruídos tais pedidos.
O Serviço social realiza também estudo sócio-econômico e sindicância do endereço da família, por solicitação dos Juizes da VEP e varas criminais,para se instruir algum pedido de beneficio.


Encaminhamento a Recursos da Comunidade
O trabalho desenvolvido no Pró-Egresso deve contar com o apoio dos recursos da comunidade, e o Assistente Social fará os encaminhamentos, orientando e esclarecendo os beneficiários e seus familiares sobre os Benefícios que a comunidade tem a oferecer, como por exemplo:aquisição de medicamentos, documentação pessoal, consultas, entre outros.

Participação em Grupo de Estudos/Reuniões de Equipe
È o momento em que se dá uma pausa para discutir, refletir, planejar o trabalho que vem sendo desenvolvido bem como é o espaço para serem aprimorados os conhecimentos intelectuais e científicos.
O Serviço Social contribui para que a Equipe tenha maior compreenção das questões sociais.


Reuniões com Beneficiários e Prestadores de Serviços
As reuniões ocorrem uma vez por mês, e nelas são discutidos temas de interesse geral. O objetivo primordial é possibilitar uma aproximação maior com essa população, para que se possa conhecer de forma mais consistente a realidade à qual está inserida, levantar problemas, prestar esclarecimentos orientações, fazer acompanhamento do cumprimento da pena,tendo em vista propor medidas de resolução.


Elaboração de Documentação Técnica da Área
A documentação específica da área é de suma importância, pois é o momento em que o profissional deixa relatada a sua atuação prática, o que se trata, na verdade, da comprovação do trabalho realizado.


Reflexão Sobre a Implantação do Serviço Social no Programa Pró-Egresso de Maringá
Quando se pára para pensar sobre a prática do Serviço Social no Programa ao longo desses anos, constata-se , com toda certeza, que a presença desta área vem contribuindo de forma muito significativa para a efetivação do trabalho. Sua legitimação se dá no dia-a dia, nas discussões dos casos em grupos, reuniões de equipes, enfim em toda atuação teórico-prática.
Quando aos objetivos a que se propõe o Programa, em relação ao atendimento da população beneficiada, o Serviço Social tem avançado de forma considerável, mesmo levando em conta todas as limitações encontradas no decorrer do processo,como escassez de recursos humanos e financeiros, devido à crise econômica Mundial que se está vivenciando e enfrentando; contudo, o Serviço Social não se deixa abater, permanecendo firme no enfrentamento das questões sociais, pois é impossível parar,permanecer estável, frente a essa realidade que está posta e imposta,pois se tem clareza e conciência de que essa realidade não está pronta e acabada e, cabe aos cidadãos enfrenta-la, construí-la e modifica-la.
Quanto ao trabalho em equipe, não há possibilidade de se pensar em uma atuação de forma isolada, o Serviço Social se pauta à luz de uma teoria e vem se firmando cada vez mais. Conforme observa Maria Lúcia Rodrigues –“é uma profissão interdicsiplinar por exelência”, e vem contribuindo de forma constante para a construção coletiva de novos conhecimentos para alimentar novas práticas.


 Voltar


 

 Principal  |  Atividades  |  Colaboradores  |  Estrutura  | Histórico  
Objetivos  |  Pró Egresso/Maringá  |  Pró Egresso/Paraná  |  Contato

    Universidade Estadual de Maringá
» uem.br

    E-Paraná
» pr.gov.br

    Município de Maringa
» maringa.pr.gov.br 

    Maringá Saúde
» maringasaude.com.br


Em caso de dúvidas ou sugestões, entre em contato conosco:

» Pró Egresso
(044)261-4269


» Web Designer - Sobre a Página do Pró Egresso

 

 

 


Página melhor visualizada em 800 × 600 pixels.
Internet Explorer 5.5 ou superior.
© Pró Egresso 2002 - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Diego Junges.